segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Ela não existe

try Como é fácil se deixar manipular pela onda e querer o que todo mundo quer. Antes de entrar nessa roubada, ninguém questiona se no fim vai sair beneficiada ou arrastada para o fundo do posso emocional mas o que importa é acompanhar a trend do momento.

Todas as mocinhas do colégio querem pegar o gostosão da escola, ninguém liga se ele é um idiota e um atraso de vida, é o que todas querem e não se meta nisso! as que conseguem viram Hero’s do movimento Girl Power e as que não se frustram e se subestimam por não serem visualmente atrativas para o moço e isso não acontece só com quem tem acne e prova bimestral isso se alastra por toda a vida de uma mocinha insatisfeita que procura referências e focos de atenção para se alimentar e seguir em frente com a vida e uma hora (e essa hora sempre chega) a guria se volta para a garota da capa de revista que brilha e desperdiça tudo aquilo que ela acha que se sentiria feliz caso possuísse mas não enxerga que a garota que estampa a mesma capa da revista faz o mesmo.

Ouvindo: The Runaways – Take it or Leave it
Humor: Nem aí.

2 comentários:

Com Anny Maverick disse...

È o tal do padrão de beleza, sendo que não existe esse tal padrão, porque tudo muda o tempo todo.

As pessoas, deveriam se preocupar mais com o carinho de quem realmente ama, e admira.

Voltei com o WTF?! com o tempo eu vou atualizando-o...

Tarcísio Buenas. disse...

menina, vá pro festival também, é só você querer!

;)