sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Corre que um esquisito vem aí…

JenniPenni Eu me identifico com aqueles que me ensinaram a manter distância. Não sei se é porque tive uma overdose de pessoas portadoras da síndrome “me desejem com tudo o que há em mim” mas gosto de observar o comportamento e o ponto de vista daqueles que estão na contramão do mundo. Acredito que todos somos tóxicos para os outros e para nós mesmo mas acho ingênuo jogar o fardo do mundo nas costas daqueles cuja a podridão seja aparente. Continue correndo, discursando e se protegendo porque querendo ou não eles vão continuar matando inocêntes e viciando filhos por aí a troco de um tênis de marca ou um discurso rebelde mas essa é uma daquelas situações onde é preciso desconsiderar a foto para analisar o filme.

Foto: Jenni Penni Photo © Jenni Penni
Ouvindo:
Rage Againt the Machine – Guerilla Radio
Humor: na beira da cova emocional

3 comentários:

E.Suruba disse...

É sim, respeitando é o melhor maneira de se aprender com as pessoas :) Bonito post

On The Rocks disse...

gosto muito de te ler. é diferente.

:)

bj

Guilherme Navarro disse...

Primeira passagem pelo blog e estou encantado!